Connect with us
               

Manaus, AM,

AMAZONAS

Azione diz que foi expulsa da Fucapi por seguranças armados

Publicado

em

Manaus – A empresa Azione Education, nova mantenedora da Fucapi, alega em nota publicada no Facebook que os funcionários foram impedidos de entrar no prédio da instituição na manhã desta quinta-feira, 07/06.

Seguranças armados e antigos gestores, os mesmos que formam o atual conselho da entidade, exigiram a saída imediata dos funcionários da Azione. Um boletim de ocorrência (B.O.) foi registrado no 7° Distrito Integrado de Polícia.

A ocupação da sede da entidade ocorre um dia depois de a Azione publicar nota, também na rede social, informando que não se opõe à orientação do MP-AM (Ministério Público do Amazonas) de intervenção temporária para continuidade da recuperação fiscal da fundação. A proposta de intervenção foi apresentada na terça-feira, 5, em reunião entre a promotora Kátia Oliveira e o executivo Aldous Santana, diretor da Azione.

O MP apresentou a medida para manter o calendário acadêmico da instituição. Os estudantes da faculdade mantida pela entidade estão há duas semanas sem aulas. “Na oportunidade, também foi apresentado pela Azione Educação um calendário de recuperação acadêmica para o primeiro semestre letivo (2018/1), que esperamos ser seguido para que não haja dano educacional aos alunos e à comunidade acadêmica”, diz a Azione na nota.

A Azione assumiu como mantenedora da Fucapi em abril deste ano, após falência da fundação, que acumula dívidas de mais de R$ 100 milhões. Entre 2004 e 2016, a Fucapi recebeu R$ 705,9 milhões da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus).

O diretor de Relações Públicas da Azione, Márcio Kennedji, informou que os boletins de ocorrência registrados na polícia, inclusive por funcionários, já estão com o departamento jurídico da empresa para tomar providências judiciais.

Consultada, a Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas) informou que não se pronuncia sobre a Fucapi. A Fieam integra, como presidente, o conselho da fundação.

Com informações do Amazonas Atual 

Publicidade

Mais Lidas