Connect with us
               

Manaus, AM,

POLÍTICA

Bolsonaro diz que PT plantaria maconha no Alvorada, se voltar ao Poder

Publicado

em

Ao comentar um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados para legalizar o plantio de maconha para fins medicinais e científicos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não há necessidade de permitir o plantio e aproveitou para provocar o PT.

Bolsonaro conversava com apoiadores reunidos no jardim da residência oficial nesta terça-feira (8/6) quando foi instado a falar contra o Projeto de Lei (PL) 399/2015. O texto autoriza o cultivo, no Brasil, de Cannabis sativa — planta também usada para produzir a maconha — com fins medicinais, veterinários, científicos e industriais.

“Tem canabidiol sintética, não precisa deixar o pessoal plantar maconha em casa, não. Imaginou se o PT um dia voltar ao governo, o quanto dá para plantar de maconha ali, ó?”, provocou ele, apontando a cabeça para o Palácio da Alvorada.

A defesa do canabidiol sintético é feito pelo deputado federal e ex-ministro do governo Bolsonaro Osmar Terra (MDB-RS), mas é refutada pela ciência.

Bolsonaro tem se pronunciado contra o projeto repetidas vezes. Ele adiantou que, caso o texto seja aprovado pelo Congresso, vai vetá-lo. Ainda assim, a palavra final cabe ao Congresso, que pode derrubar vetos presidenciais.

Apesar de ter sido apresentado em 2015, o texto ainda está no início da tramitação, em uma comissão especial na Câmara dos Deputados. Até chegar à mesa do presidente da República para sanção ou veto ainda precisa ser aprovado pela Câmara e analisado pelo Senado.

Créditos: Metrópoles

Mais Lidas