Connect with us
               

Manaus, AM,

BRASIL

Bolsonaro faz visita relâmpago ao Amapá após 19 dias de apagão

Publicado

em

Passados 19 dias da crise energética pela qual passa 90% da população do Amapá, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) realizou neste sábado (21/11) uma visita relâmpago à capital do estado, Macapá, acompanhado do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Durante as pouco mais de duas horas que permaneceu no Estado, Bolsonaro visitou duas subestações de energia elétrica em Macapá e na vizinha Santana para observar a instalação dos geradores termoelétricos que devem solucionar temporariamente a falta crônica de luz em 13 dos 16 municípios do Amapá.

Uma das medidas que o presidente prometeu adotar em resposta à crise pela qual vive o Amapá há 19 dias foi a redação de uma Medida Provisória (MP) que prevê isenção no pagamento de energia elétrica do estado durante o mês de novembro. De acordo com Bolsonaro, essa será “uma medida compensatória aos prejudicados pela falta de energia”. “Outras iniciativas que se, porventura se fizerem necessárias, nós estamos prontos para atender o estado do Amapá”, afirmou.

Ao todo, o presidente da República e sua comitiva passaram mais tempo no avião de Brasília a Macapá do que na cidade. Junto dele viajaram o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e Davi Alcolumbre, um dos três representantes do do Amapá no Senado e criticado por apoiadores de Bolsonaro que se aglomeravam diante das estações.

Protestos

Enquanto o presidente e sua comitiva passavam por Macapá, foram organizados protestos contra o apagão e as respostas fornecidas pelos poderes estaduais e federal. Segundo os manifestantes, a visita é oportuna e só foi feita no momento em que a situação está próxima de normalizar.

“Não vimos nenhum esforço do governo federal ao longo desses quase 20 dias de falta de luz e de água em meio a uma pandemia; é muito conveniente que ele venha agora, quando a situação está quase normalizada, e as eleições se aproximando”, critica a fisioterapeuta Anne Pariz, de 38 anos, lembrando que Macapá é o único município do país que não realizou eleições no último fim de semana. O irmão do senador Davi Alcolumbre, Josiel, era favorito para o pleito segundo as pesquisas, mas teve as intenções afetadas fortemente pelo corte na energia.

Pouco depois das 17 horas o presidente Jair Bolsonaro deixou Macapá, após breve conversa com jornalistas no aeroporto, enquanto os relatos de cortes de energia prosseguem noite adentro.

Mais Lidas