Connect with us
               

Manaus, AM,

AMAZONAS

Erik David, ex-coreógrafo do Boi Caprichoso, morre vítima da Covid-19

Publicado

em

O coreógrafo e dançarino Erik Ricardo Cunha David, reconhecido por trabalhos no Boi Caprichoso, faleceu na noite deste domingo (13) vítima do novo coronavírus (Covid-19). A informação foi publicada por amigos e familiares.

Erik estava internado em uma unidade hospitalar desde o mês outubro após ser diagnosticado com a doença.

Ao longo de sua trajetória, Erik David foi reconhecido pelo bailado leve e seguro nos palcos, sendo reconhecido como condor, o pássaro dos Andes.

O artista trabalha com o Boi Caprichoso desde o final dos anos 1990, como dançarino e coreógrafo do Grupo Dança e Movimento (GDM), antiga companhia de dança do bumbá em Manaus.

Erik David também trabalhou como coreógrafo dos itens femininos do Boi Caprichoso, entre elas, a ex-cunhã Maria Azedo.

Em nota, o Boi Corre Campo relata que Erik foi um dos responsáveis pelo tetracampeonato do bumb e prestam solidariedade aos amigos e familiares do professor sobre esta irreparável perda e rogam para que Deus conforte o coração de cada um nesse momento de dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na Fé.

O boi Caprichoso também se pronunciou em nota que teve a honra e o privilégio de contar no seu quadro de coreógrafos com um dos mais brilhantes profissionais da região. Ao lado da nação azul e branca nessa corrente de solidariedade e sentimentos pela passagem do artista que se torna uma das estrelas da constelação azulada no firmamento azul e branco.

Mais Lidas