Connect with us
               

Manaus, AM,

MUNDO

Investigação: Alec Baldwin não sabia que arma entregue por assistente de direção tinha munição

Publicado

em

Segundo investigações da Polícia do Condado de Santa Fé, nos Estados Unidos, o ator Alec Baldwin recebeu a arma da mão de um assistente de direção sem saber que ela tinha munição antes de atirar e matar a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme “Rust”.

A informação está no mandado de busca da polícia, emitido para que detetives investigassem o ocorrido no local, onde recolheram outras armas e munições usadas no filme. A roupa de velho oeste usada por Baldwin também foi levada.

O documento da polícia informa que o assistente de direção que entregou a arma a Alec Baldwin também não sabia que ela estava carregada com munição.

O ator disse que a morte foi “um trágico acidente”. “Estou cooperando totalmente com a investigação policial para resolver como essa tragédia ocorreu”, escreveu no Twitter.

Hutchins, que foi atingida no peito, chegou a ser levada de helicóptero ao hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu aos ferimentos. Já o diretor Joel Souza, que foi atingido no ombro, foi levado de ambulância ao centro médico Regional Christus St. Vincent.

Um porta-voz de Baldwin disse que a morte foi um acidente. Baldwin depôs e foi liberado, segundo o site Deadline. Uma foto do jornal local “Santa Fe New Mexican” mostra o ator chorando enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia.

O disparo aconteceu durante uma cena, segundo a polícia, mas ainda não se sabe se era um ensaio ou uma gravação. “Detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado”.

“Esta investigação permanece aberta e ativa”, afirmou o porta-voz do xerife, Juan Rios. “Nenhuma acusação foi apresentada em relação a este incidente. As testemunhas continuam a ser ouvidas”. A produção do filme foi paralisada.

Mais Lidas