Connect with us
               

Manaus, AM,

AMAZONAS

Justiça suspende leilão que vendeu sede do Rio Negro Clube

Segundo a direção do clube, o valor pago pela sede é inferior ao esperado.

Publicado

em

A juíza Maria de Lourdes Montenegro, do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, suspendeu na noite de quarta-feira (30) o leilão que arrematou a sede do Atlético Rio Negro Clube, ocorrido no último dia 22 de março.

Conforme a decisão, os efeitos suspensivos seguem valendo até o trânsito em julgado dos embargos.

A direção do Atlético Rio Negro Clube havia anunciado que iria acionar a Justiça em uma tentativa de anular o leilão da sede. Segundo a direção, o valor pago pela sede é inferior ao esperado.

O empresário Sung Un Song arrematou a sede por R$ 3,6 milhões, dos iniciais R$ 9 milhões, no leilão promovido pela 8ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-11), na última segunda-feira (22). O certame foi resultado da execução de dívidas trabalhistas equivalentes a R$ 243.908,47 acumuladas pelo clube ao longo dos anos.

Mais Lidas