Connect with us
               

Manaus, AM,

BRASIL

Mais de 40 cidades em SP cancelam carnaval 2022 por causa da pandemia

Publicado

em

SÃO PAULO – Ao menos 43 cidades paulistas já anunciaram o cancelamento da realização do Carnaval de 2022 em razão da pandemia de Covid-19. Entre os municípios estão Sorocaba, Mogi das Cruzes, Taubaté, Botucatu e Jundiaí.

Apesar do alto índice de vacinados e da queda no número de infectados, o prefeito de Franca, Alexandre Ferreira (MDB), anunciou o cancelamento das comemorações na cidade para prevenir uma nova onda de casos.

“Respeito a tradição e a comunidade do carnaval, mas repito, ainda precisamos ter cautela. Portanto, definimos que a Prefeitura não irá realizar eventos de carnaval no ano que vem. Como é uma decisão pensando na saúde pública, vamos priorizar os recursos que seriam utilizados no carnaval para ações na saúde”, declarou.

As prefeituras temem que a folia possa gerar uma nova onda de contaminação do coronavírus e volte a elevar o número de casos e óbitos.

A média móvel diária de mortes é de 72 nesta terça-feira (23) no estado de São Paulo. O valor é 15% maior do que o registrado há 14 dias, o que para especialistas indica tendência de estabilidade. Já a média diária de casos é de 1.400, valor 33% maior do que o de 14 dias, o que aponta tendência de alta.

Outra justificativa citada é a situação econômica de alguns municípios, que alegam não ter verba para a festa.

Na capital paulista, o cronograma segue mantido. No início do mês, a prefeitura recebeu 867 inscrições para desfiles de blocos de rua.

A realização da festa depende da situação da pandemia, mas a gestão municipal já sinalizou que o evento deve ocorrer sem restrições sanitárias. A previsão é a de que 15 milhões de pessoas participem do Carnaval 2022 na capital paulista.

Segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional de São Paulo, as cidades têm autonomia para decidir sobre a realização do evento e não precisam informar a gestão estadual.

[tps_header]

[/tps_header]

Mais Lidas