Connect with us
               

Manaus, AM,

AMAZONAS

Marido confessa: matou a esposa para não dividir herança

Publicado

em

Manaus|AM – A Polícia Civil prendeu na segunda-feira, 12/06, através de um mandado de prisão, Ivan Rodrigues das Chagas, 56, que era ex- marido da empresária, Jerusa Torres Nakamini, que foi morta no dia 12 de abril deste ano, na residência dela localizada no conjunto Campos Elísios, Zona Centro-Oeste da capital.

Jerusa foi assassinada, no que se pensava ser suicídio. A investigação policial, porém, revelou que foi homicídio. Ivan confessou ter matado a ex-companheira.

O delegado Jeff Mac Donald explicou que o ex-marido da vítima, foi preso preventivamente como suspeito do assassinato. Conforme a investigação, o crime foi motivado pelo fato de Ivan não querer dividir os bens com a ex-esposa de quem estava separado há três anos. Maria José, disse que sua mãe se separou de Ivan após descobrir uma traição de 10 anos e, por esse motivo, se recusou a abrir mão dos bens que o casal havia conquistado durante o casamento.

Ainda de acordo com Mac Donald, Jerusa era dona de uma empresa de segurança e sete dias após o assassinato dela, Ivan entrou com pedido de liminar na justiça para administrar a empresa J.H Torres Nakamini. Além disso, o ex-marido tentou o reconhecimento da união estável que lhe dava o direito a todo patrimônio de Jerusa, mas a justiça negou todos os pedidos.

Jerusa levou um golpe de faca no pescoço e outro corte profundo no pulso esquerdo.

Publicado por Jerusa Nakamine em Quinta-feira, 26 de maio de 2016

 

Mais Lidas