Connect with us
               

Manaus, AM,

Esporte

O futebol outra vez com Coronavírus

Publicado

em

A cadeia de contágios começou poucos dias atrás em meio de uma nova olá da enfermidade que a Argentina enfrenta na atualidade, afetando novamente e com maior intensidade o futebol argentino.

A maioria dos clubes argentinos já tem vários atletas contagiados ou que tiveram anteriormente o vírus. Porém, a competência do torneio está sendo questionada pelas autoridades governamentais do país e do futebol.

Também, há muitos atletas que apesar de não contrair o vírus, tiveram que fazer o isolamento por companheiros contagiados pela pandemia de Covid-19. Desta forma, as equipes estão atravessando muitos problemas para formar as partidas, já que resulta muito difícil seguir o torneio com a quantidade de contágios e isolamentos dos jogadores.   

Por toda esta problemática, a Associação Argentina de Futebol (AFA), está tomando as medidas correspondentes para evitar o contágio entre jogadores. 

Os dirigentes afirmam que não há que parar o futebol apesar que o prognostico não seja bom e o momento seja difícil para todas as atividades. Mas, com protocolo, sem público nos estádios e com muito cuidado, o futebol pode continuar. 

Quais foram as medidas? 

Por outro lado, alguns especialistas afirmam que é extremamente difícil que um jogador contagie o vírus jogando, já que os protocolos são muitos estritos nos clubes argentinos. Algumas das medidas foram: não ter público nos estádios, não utilizar os vestuários, viajar em diferentes ônibus, reduzir os grupos para tentar e ficar separados nos hotéis. 

Que equipes estão mais complicadas? 

Ao longo da pandemia, muitos esportistas tiveram a enfermidade do Covid, mas, agora há mais contágios que nunca. Os clubes argentinos mais afetados são: Independiente, Racing Club, Gimnasia e Boca Juniors, que foram as equipes com mais contágios e que ainda estão em isolamento.

O que acontece no Brasil? 

O futebol brasileiro também está em momentos difíceis depois de suspender os torneios dos estados do nordeste e sul para prevenir a propagação do Coronavírus, o futebol brasileiro vira as costas aos contagiados do Covid-19. 

Cada governador está tomando as medidas correspondentes, algumas com toque de queda, com horários restringidos durante a noite, e com muitas atividades que foram fechadas. O ministério da saúde pede que as medidas sejam em todos os estados, mas as federações e os clubes pressionam para que os torneios continuem com normalidade.  

Para muitos o futebol e qualquer esporte de contato direito entre jogadores não é seguro. Mas não todo é futebol na vida, são muitos os esportistas contagiados já que também no mundo do tênis, vôlei e outros esportes, há vários atletas infectados no Brasil e no resto do mundo.  

Quando tudo volta à normalidade? 

A pergunta que todos nós fazemos, mas o prognostico ainda não é o melhor. Os especialistas afirmam que até que a maioria das pessoas não tenham a vacina é impossível a velha normalidade. 

 

Mais Lidas