Connect with us
               

Manaus, AM,

POLÍTICA

Parlamentar que foi acusado de corrupção e lavagem de dinheiro pode assumir a Casa Civil

Publicado

em

Jair Bolsonaro deverá nomear Ciro Nogueira, presidente do Progressistas, para a Casa Civil. Esta mudança foi discutida em uma reunião na tarde desta terça-feira (20), no Palácio do Planalto e pode não ser a única a ocorrer. O atual responsável pela pasta, Luiz Eduardo Ramos, deverá ser recolocado para assumir outro posto.

Em 2020, a Procuradoria Geral da República (PGR) denunciou  o senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) ao Supremo Tribunal Federal (STF). Na denúncia, a PGR pede ao STF que tornasse Ciro Nogueira réu pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente ter recebido repasses da construtora Odebrecht.

Ciro Nogueira era investigado desde abril de 2017, quando executivos e ex-executivos da Odebrecht fecharam acordo de delação premiada.

Depois das investigações, realizadas pela Polícia Federal, a PGR viu indícios suficientes de que o parlamentar praticou os atos e que deve responder a uma ação penal.

Se confirmada, a ida de Nogueira para o mais importante ministério do governo terá por objetivo reorganizar politicamente no momento em que ele enfrenta sua maior dificuldade política com a CPI da Pandemia e ao mesmo tempo as maiores taxas de rejeição e de baixa popularidade.

Pesquisas internas do governo apontam o mal momento do presidente.

Créditos: Manauara News

 

Mais Lidas