Connect with us
               

Manaus, AM,

SAÚDE

Secretário desabafa e diz que todos os 300 leitos de UTI para Covid-19 estão ocupados em RO: ‘Não há vaga nem pra sua mãe’

Ainda de acordo com o secretário, o governo do estado não tem conseguido aumentar o número de leitos de UTI no estado.

Publicado

em

O secretário Fernando Máximo, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), postou um vídeo em suas redes sociais afirmando que nesta quinta-feira (25) não há mais vagas em UTI’s para pacientes com coronavírus em Rondônia.

Segundo Fernando, todos os mais de 300 leitos criados no estado (para atender especificamente pacientes da Covid-19) estão ocupados, atingindo assim a marca de 100% de lotação.

Diante da situação, o secretário afirma já existir fila de espera com pacientes precisando de intubação ou internação.

“O meu recado é para você que aglomera, que tá fazendo festinha e não usa máscara. Nós não temos leito de UTI para sua mãe, não tem leito para o seu pai, tio, filho, namorada… Nós não temos leito de UTI para você, seja rico ou pobre”, desabafou.

Ainda de acordo com o secretário, o governo do estado não está conseguindo ampliar o número de leitos de UTI no estado, por falta de profissionais de saúde.

“Essa noite tivemos que fechar cinco leitos de UTI por falta de médico no Cero, em Porto Velho. Lá tem 50 leitos de UTI, mas dez médicos estão com Covid-19, pois a vacina ainda não fez efeito. Demora-se uns dias para fazer efeito”, conta.

Ainda conforme relata Fernando Máximo, mais de 90 pessoas de Rondônia foram enviados para outros estados nos últimos dias para tratarem a doença. Porém, por enquanto, não será mais possível enviar novos pacientes para fora.

“Dos 90 transferidos, mais de 60 eram entubados e foram enviados em UTI aérea. Os estados lá fora não estão cedendo vagas para gente, pois as taxas de UTI lá também estão aumentando. Nós continuamos atendendo pacientes do Amazonas, muitos”, ressalta.

Mais Lidas