Connect with us
               

Manaus, AM,

AMAZONAS

Sobe para cinco o número de casos confirmados de Doença de Chagas em Ipixuna

Publicado

em

O número de casos confirmados de Doença de Chagas em Ipixuna, no interior do Amazonas, subiu para cinco. Conforme investigação epidemiológica, as vítimas sofreram casos agudos por ingestão de açaí contaminado de fabricação própria.

No sábado (10), equipes da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) foram enviadas ao município para investigar os casos, quando o número de confirmados ainda era três. Nesta quinta-feira (15), eles confirmaram o surgimento de novos casos.

O açaí contaminado foi ingerido na comunidade Igarapé Porto Rico, zona rural de Ipixuna. A FVS-AM investiga, ainda, outras 21 pessoas que também ingeriram o suco de açaí contaminado pelo parasita Trypanosoma cruzi, causador da doença de Chagas.

O diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, alerta para a importância da população buscar fornecedores de açaí que garantam a qualidade do alimento, a partir das normas de higiene, para evitar contaminação.

“Mesmo que a fabricação do açaí seja própria, é necessário que sejam observadas as condições de higiene dos manipuladores do fruto, já que, no Amazonas, a principal forma de transmissão da doença ocorre pela ingestão de suco de açaí contaminado”, alertou, por meio de assessoria.

De acordo com o chefe do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS-AM (DVA/FVS-AM), Elder Figueira, das 26 pessoas investigadas para contaminação, seis apresentaram sintomas suspeitos para doença de Chagas, e cinco apresentaram resultado positivo para o parasita por meio do exame de gota espessa. As demais 21 pessoas foram assintomáticas.

Até esta quinta-feira (15), foram registrados sete casos da doença em 2021 no Amazonas – Manaus (2) e Ipixuna (5).

Créditos: G1 AM

Mais Lidas