Connect with us
               

Manaus, AM,

DESTAQUE

Festa clandestina em embarcação é interrompida no interior do AM

No total, 11 pessoas foram detidas, incluindo menores. Responsável por barco deve responder por descumprimento do decreto e por fornecer bebidas a adolescentes.

Publicado

em

Equipes de fiscalização interromperam uma festa clandestina que ocorria em um rebocador na orla da cidade de Parintins (AM), a 369 km de distância de Manaus, na noite de terça-feira (13). No total, 11 pessoas estavam na embarcação realizando uma festa, com direito à bebidas alcoólicas e música alta.

A ação ocorreu por volta das 22h, horário que já tá dentro das restrições de circulação impostas no município para o combate à Covid-19. De acordo com o Conselho Tutelar, no grupo tinha a presença de adolescentes.

Os participantes da festa foram detidos e levados à delegacia da cidade. A pessoa que seria a responsável pela embarcação ficou presa e os outros adultos assinaram um termo circunstanciado de ocorrência. Os pais dos menores de idade foram acionados para buscá-los no local.

O responsável pelo rebocador deve responder por descumprimento do decreto municipal e por fornecer bebidas aos adolescentes.

Outro detalhe sobre o rebocador é o fato de ter sido alvo de uma apreensão e, por isso, foi deixado em Parintins após uma operação da Polícia Federal que investigava a exploração ilegal de madeira na região.

Em Parintins, a circulação de pessoas é restrita entre 20h e 5h. A orientação é para as pessoas ficarem em casa e não realizarem festas. Desde o início da pandemia, a cidade registrou 329 mortos e mais de 9,4 mil casos da doença.

Mais Lidas